Site UFRJ

 

Alunos e ex-aluno da Politécnica desenvolvem projeto de mentoria e trabalho voluntário para melhorar a qualidade de vida da Ilha do Governador

Notícias
 
Professor Antônio Cláudio Gómez de Sousa será homenageado em Sessão Solene da Congregação da Politécnica-UFRJ

No dia 29 de outubro (quinta-feira), às 16 horas, a Politécnica promove a Sessão Solene da Congregação em homenagem in memoriam a Antônio Cláudio Gómez de Sousa, professor do Departamento de Engenharia Eletrônica (DEL/Poli/UFRJ) e do Nides/UFRJ.

Participe assistindo à transmissão ao vivo no canal do Youtube da Politécnica (link no final do texto). Você também pode enviar, com antecedência, vídeos com depoimentos de até 1 minuto e/ou fotos em tributo ao professor para o email: homenagem.antonio.claudio@poli.ufrj.br

Antônio Cláudio Gómez de Sousa (29/10/1943 - 22/02/2020), formou-se em Engenharia Eletrônica pela UFRJ em 1978, concluiu mestrado em Engenharia de Sistemas e Computação em 1983 e doutorado em História das Ciências, das Técnicas e Epistemologia também pela UFRJ em 2013.

Foi o primeiro diretor eleito da Politécnica, de 1986 a 1990; lecionou no curso de Engenharia Eletrônica e de Computação da Politécnica da UFRJ desde 1979 e no mestrado profissional de Tecnologia para o Desenvolvimento Social do Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social (Nides/UFRJ) desde 2000, até seu falecimento no início deste ano. Seus principais temas de pesquisa, ensino e extensão foram em Engenharia de Software; Desenvolvimento Social; Informática Educativa; Educação em Engenharia e História da Técnica.

Em 2010, recebeu o Prêmio de Extensão Universitária no 7° Congresso de Extensão da PR5/ UFRJ. Seus projetos buscavam, em sua maioria, integrar o desenvolvimento social, profissional e educacional de comunidades carentes através da inclusão digital. Entre esses, estava o Projeto Minerva, aplicado à Educação Básica no Ciep Ministro Gustavo Capanema, na Maré, que em 1994 inseriu a Politécnica nas atividades de extensão de forma integrada com o ensino e a pesquisa e em 2001 mudou de nome para Laboratório de Informática para Educação (LIpE), no qual ele atuou de 1995 até este ano.

O tema principal que perpassou a atuação de Antônio Cláudio como professor e dirigente universitário foi a reflexão crítica do papel da técnica como parte da cultura e da função social dos engenheiros, marcando gerações de alunos. Sua conduta foi marcada pela participação democrática nas questões de interesse social que afetam a Engenharia e a defesa intransigente da universidade pública, gratuita e de qualidade.

“O professor AC, como o chamávamos carinhosamente, foi um incansável lutador em defesa da nossa universidade, pública, gratuita, de qualidade, e socialmente referenciada. Para o Nides, foi desde o princípio uma grande referência, não medindo esforços para contribuir na construção de uma Engenharia voltada para os grupos marginalizados.

Junto com sua equipe no Laboratório de Informática para Educação (Lipe), desenvolveu uma das experiências mais sólidas e bonitas de trabalho em ensino, pesquisa e extensão de toda UFRJ. Uma grande perda, principalmente em um momento em que precisamos tanto das pessoas que participaram da história de construção da UFRJ para enfrentar a conjuntura adversa”, afirma o prof. Felipe Addor, atual diretor-geral do Nides/UFRJ e ex- aluno do prof. Antônio Cláudio na disciplina “Gestão de Projetos Solidários” do curso de Engenharia de Produção.

Conheça mais sobre o professor, assista à homenagem no link:
https://www.youtube.com/watch?v=idRWNSUDhmk

20/10/2020
Escola Politécnica da UFRJ

 
 


 
     Universidade Federal do Rio de Janeiro - Escola Politécnica
     Av. Athos da Silveira Ramos, 149, CT - Bloco A, 2º andar - Cidade Universitária - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
     CEP: 21941-909 - Caixa Postal 68529 - Telefone: + 55 - 21 - 3938-7010 - Fax: + 55 - 21 - 3938-7718
Desenvolvido por STI Poli