Site UFRJ

 

Coordenadora do curso de Engenharia Ambiental da Poli-UFRJ participa de workshop sobre reciclagem de resíduos plásticos na Argentina

Notícias
 
Poli-UFRJ promove Semana da Saúde Mental

 


Foto: Moises Colares - Decania do CT UFRJ

Setembro é o mês da conscientização de prevenção ao suicídio e foi o mês escolhido pela Diretoria Adjunta de Políticas Estudantis (DAPE) para seu primeiro grande evento com foco no bem-estar dos alunos da Escola Politécnica. O “Cola Aí! Semana da Saúde Mental” ocorreu entre os dias 16 e 20 de setembro e apresentou discussões sobre a saúde mental no ensino superior, maneiras de lidar com o conceito de masculinidade e como identificar sinais de depressão em alguém ou em si mesmo. Práticas de yoga, meditação e atenção plena também foram realizadas.

Empatia e acolhimento foram duas palavras amplamente mencionadas em quase todos os dias de evento. Empatia é a habilidade de imaginar-se no lugar de outra pessoa, compreender seus sentimentos, desejos, ideias e ações. E acolhimento significa amparar, dar proteção. “Os alunos passam a maior parte de horas de seus dias no ambiente acadêmico. Logo, ao menor sinal de desmotivação é preciso reavaliar a forma em que se dá esse relacionamento entre aluno e universidade”, explica a professora Marta Tapia, diretora da DAPE.

A professora Simone Cazarini, Coordenadora de Políticas Estudantis e Desenvolvimento Social - PR7, endossou: “É importante que haja pertencimento do aluno ao espaço universitário. O acolhimento é uma questão muito importante. Pesquisas indicam que o que acontece com o jovem dentro da universidade é mais significativo do que o que acontece fora. A experiência é significativa para ele enquanto pessoa.”

Na abertura da Semana, a diretora da Poli-UFRJ, professora Cláudia Morgado, ressaltou os perigos do excesso da autocobrança por resultados, sendo necessário ao aluno reconhecer os seus próprios limites e saber fazer pausas, aprendendo no dia a dia universitário a ser seletivo e não direcionar sua energia para atividades fora de seu alcance. “Não adianta ser super capacitado e estar acima da média se não cuidar da sua saúde mental. É preciso respeitar o sono, fazer exercícios físicos, ter momentos de lazer. Recomendo a alternância de atividades, acredito que possibilita a mente a tornar-se mais eficiente e saudável.”

O apoio oferecido pela DAPE

A Diretoria Adjunta de Políticas Estudantis (DAPE) foi criada para promover o acolhimento dos estudantes em suas necessidades. Afinal, a produtividade e o sucesso no curso dependem implicitamente do bem-estar mental e físico. A DAPE, sob a responsabilidade da professora Marta Tapia, visa ser uma facilitadora desse processo e tem realizado algumas atividades como oficina de organização de estudos em conjunto com a divisão de integração pedagógica da PR-7; o curso “A Arte e a Ciência da Meditação (CTM014)” em parceria com o CCMN; e a roda de conversa mensal “Homem em Círculo: Qual é a masculinidade que te serve?”, com o mediador Prof. Matheus Oliveira. A roda de conversa acontece toda última terça-feira do mês na Tenda Eng. Lobo Carneiro. Os que desejarem participar dos próximos encontros devem registrar o interesse no link: https://forms.gle/GHyUnViRWkHg3duv7

 

26/09/2019
Escola Politécnica da UFRJ

 
 


 
     Universidade Federal do Rio de Janeiro - Escola Politécnica
     Av. Athos da Silveira Ramos, 149, CT - Bloco A, 2º andar - Cidade Universitária - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
     CEP: 21941-909 - Caixa Postal 68529 - Telefone: + 55 - 21 - 3938-7010 - Fax: + 55 - 21 - 3938-7718
Desenvolvido por STI Poli