Site UFRJ

 

Untitled Document

Notícias
 
Alunos da Poli chegam a final de competição de negócios, que acontece este final de semana

O serviço de consultoria de empresas é um mercado bastante promissor para profissionais de engenharia, no entanto, ainda não é o maior foco dos estudantes na Universidade. Envoltos em competições de robótica, criação de carros e barcos, poucos alunos conhecem os benefícios de participar de uma competição de negócios.


Para entendermos um pouco mais sobre essas competições, aluno da Poli Pedro Rosset, de Engenharia de Produção, contou um pouco sobre o Desafio Bain. O time composto por ele e mais três alunos da Poli, Lucas Resende (Eng. Civil), Victor Ramos (Eng. Mecânica) e Nicollas Cozzolino (Eng. Mecânica) competiu na final Sul-Americana do desafio neste final de semana e mesmo antes do resultado, já são muito vitoriosos. Classificados na etapa regional, a equipe foi premiada com mil e quinhentos reais e ainda garantiram uma entrevista no processo seletivo da empresa, pulando a etapa das provas.


Mas a jornada dos alunos até a final não foi fácil. A equipe que se conheceu na Fluxo e mais tarde formaram o Consulting Club, já vinha tentando chegar nesta etapa do desafio há dois anos, quando participaram de outras edições da competição. Este desafio anual consiste em uma prova online com 20 questões de múltipla escolha. Nesta etapa, participam alunos de universidades não só do Rio de Janeiro ou São Paulo, mas também de Buenos Aires, Cidade do México e Santiago. Oito grupos são selecionados para final regional em casa cidade, onde passam um final de semana se reunindo com consultores da empresa, que lhes apresentam um case para ser resolvido até domingo. São selecionados dois grupos de cada cidade que chegam a etapa sul-americana.


Para a final, que acontece neste final de semana em São Paulo, a equipe intensificou os treinamentos. Focaram bastante em matemática financeira, o que perceberam ser um conteúdo essencial para vencer o Desafio, além de reuniões semanais que fizeram no último mês. A final, que oferece um prêmio de oito mil reais, tem um formato parecido com a etapa regional, porém toda a apresentação deve ser feita em inglês. “Temos que praticar inglês juntos, planejar a apresentação e treinar o vocabulário específico”, afirma Pedro, sobre a preparação para o desafio.

A equipe, que teve um bom desempenho em 2015, se diz preparada para a vencer. Para eles, ser aluno de engenharia ajuda na rapidez de fazer contas e saber identificar quais variáveis são importantes para resolver um problema. É cobrada muita matemática e por isso, mesmo não sendo um desafio focado em engenharia, os alunos acreditam que estão muito preparados para a final. No então, Pedro afirma que “o prêmio que mais valorizamos foi passar para final e poder viver essa experiência”.

 

REDES SOCIAIS:
Compartilhar no FacebookCompartilhar no Twitter

21/10/16
Assessoria de Imprensa e Comunicação da Escola Politécnica da UFRJ
Jornalista: Thais Vieira
Telefones:(21) 3938-7301

 
 


 
     Universidade Federal do Rio de Janeiro - Escola Politécnica
     Av. Athos da Silveira Ramos, 149, CT - Bloco A, 2º andar - Cidade Universitária - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
     CEP: 21941-909 - Caixa Postal 68529 - Telefone: + 55 - 21 - 3938-7010 - Fax: + 55 - 21 - 3938-7718
Desenvolvido por STI Poli