Foreign Student and Partners
Click Here


Acompanhe as novidades em nossa FanPage!

SELEÇÃO

Saiba como funciona o processo seletivo de admissão ao intercâmbio internacional.

Os alunos da Escola Politécnica (POLI) que desejam sair em intercâmbio devem observar atentamente os períodos de abertura dos processos seletivos. Os editais da POLI são abertos no início do segundo semestre, contudo editais abertos a todos alunos da UFRJ, como Ciência sem Fronteiras (CsF) e Erasmus Mundus (EM), possuem calendários próprios, podendo ocorrer no início do ano letivo.

PROGRAMA CIÊNCIAS SEM FRONTEIRAS - CsF

Para o programa CsF a Escola Politécnica possui critérios próprios, definidos pela DAEC - Diretoria Adjunta de Ensino e Cultura e pela DARI - Diretoria Adjunta de RelaçõesInternacionais, adotados para homologação dos alunos, para que estes possam concorrer a bolsas. Vejam com mais detalhes no documento: Ciência sem Fornteiras - Critérios da Escola Politécnica.

Os programas CsF, Erasmus Mundus e Bolsa Santander são coordenados pelo Secretaria de Coordenação de Relações Internacionais - SCRI/UFRJ 


Critérios Básicos para Seleção dos Editais DARI

·         Boletim Oficial: C.R.A maior do que 6, número de reprovações, notas das disciplinas de matemática, em especial Cálculos, Físicas e Mecânica.

·         Currículo: IC, monitoria, projetos, atividades acadêmicas (Fluxo, Fórmula SAE, InterPoli, Minerva Baja, etc.), atividades não acadêmicas de cunho social (contadores de história, professor de pré-vestibular comunitário, serviços de voluntariado, etc.)

·         Proficiência em Idioma: Na etapa de seleção não é necessário apresentação de exames oficiais. Em alguns casos documentos como Certificados e Diplomas de cursos de idioma são suficientes para a avaliação.

·         Periodização básica: Geralmente, o aluno deve estar cursando no mínimo o 4° período no momento da inscrição e não deve ter ultrapassado o 8° período.

Além do Boletim e Currículo, poderão ser utilizados como instrumento de seleção, as Cartas de Motivação de Recomendação.

OBS.: Cada edital poderá apresentar pré-requisitos diferenciados.


Processo de pré-seleção dos Editais DARI

O processo de intercâmbio possui etapas comuns que estão descritas abaixo, mas é IMPORTANTÍSSIMO ler o edital ao qual você irá se inscrever para observar todas as suas particularidades.

1) Formulário de Inscrição Online

Todo aluno que queira participar do processo de seleção para intercâmbio deve preencher o Formulário de Inscrição Online. O preenchimento correto deste formulário dentro do prazo (informado no edital) é indispensável para a validação da sua candidatura.

Atenção:

·         Os alunos da Escola Politécnica podem se inscrever em mais de um edital, porém, devem ficar atentos ao prazo de confirmação de intercâmbio, pois estarão fazendo a opção de um programa e rejeitando os demais automaticamente.

·         Aos alunos da Escola Politécnica da UFRJ só permitido a realização de um intercâmbio acadêmico durante sua graduação, portanto a escolha do programa de intercâmbio é algo que deve ser pensado avaliando as modalidades de intercâmbio, se possui ou não bolsa, duração do programa, etc.

2) Entrega de documentos na Diretoria Adjunta de Relações Internacionais (DARI/POLI)

Fique atento ao prazo para a entrega de documentos, pois documentos entregues fora do prazo NÃO serão aceitos. Verifique em seu edital a lista de documentos exigidos, mas em geral pede-se:

·         Boletim Oficial – obtido na Seção de Ensino

·         Declaração constando período – obtida na Seção de Ensino

·         CRID – obtida à partir do Siga ou na Seção de Ensino

·         Currículo Vitae atualizado - De preferência Lattes - http://lattes.cnpq.br

·         Carta de Motivação

·         Carta de Recomendação de um professor da UFRJ

·         Formulário de Inscrição

3) Etapas específicas do seu processo seletivo

Os editais e coordenações exigem etapas diferentes para a seleção dos alunos após a candidatura ter sido feita. Geralmente incluem entrevistas, mas podem incluir também provas de língua e provas de conteúdos específicos. Informe-se através do edital ou dos responsáveis pela seleção sobre as etapas de seu processo.

4) Divulgação dos alunos selecionados

A divulgação da seleção será feita através de e-mail enviado à todos os candidatos (aprovados e não aprovados) e na página da DARI/POLI. Fique atento ao prazo que será informado para a divulgação da seleção.

5) Entrega de documentos adicionais exigidos pela instituição parceira

Poderão ser exigidos documentos adicionais que deverão ser entregues na DARI/POLI (segundas, quartas e sextas de 09:00 às 16:00), para o envio por correio, e também enviados em formato digitalizado para o e-mail internacional@poli.ufrj.br e para o e-mail da instituição parceira, caso esta entre diretamente em contato com o aluno.

6) Carta de aceite

Após as etapas cumpridas, os alunos selecionados pela instituição parceira receberão uma carta de aceite necessária para retirada do visto de estudante que comprova sua aprovação no programa de intercâmbio.


PROCEDIMENTO EXTRA PARA OS ALUNOS DO PROGRAMA PARISTECH

Além das etapas comuns a todos os processos de intercâmbio, esta etapa de seleção inclui:

PROCEDIMENTO EXTRA PARA ALUNOS DE PROJETOS BRAFITEC

Importante salientar que, por convenção, as cartas deverão ser assinadas pelo avalista antes da assinatura do Coordenador de Projeto.